3. COMPLEMENTO DE HARDWARE E SOFTWARE NAS EMPRESAS

 

ESTRATO DOS CAPÍTULOS 3 E 4 DO SEGUINTE LIVRO:

O’BRIEN, J. A. Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet. 2ª ed. São Paulo: Saraiva, 2004.

 

 

1. Hardware

Todos os computadores são sistemas de entrada, processamento, saída, armazenamento e componentes de controle. A tecnologia está se desenvolvendo num ritmo rápido e novos dispositivos de entrada, saída, processamento e armazenamento continuam a chegar ao mercado.

 

Existem várias categorias principais de sistemas de computadores com uma diversidade de características e capacidades. São classificados como:

·                            Mainframes

·                            Computadores de médio porte

·                            Microcomputadores

 

Estas categorias são tentativas de descrever o poder relativo de computação fornecido por diferentes plataformas de computação, ou tipos de computadores, conseqüentemente, essas categorias não são classificações precisas.

Especialistas prevêem a fusão ou desaparecimento de várias categorias de computadores. Eles acham que muitos sistemas de médio porte e mainframes tornaram-se obsoletos, dado o poder e a versatilidade das redes de microcomputadores de usuários finais.

Alguns especialistas da indústria têm previsto que o surgimento de computadores de rede para aplicações na Internet e intranets, substituirá muitos computadores pessoais, particularmente nas grandes organizações e no mercado de computadores domésticos.

 

Microcomputadores categorizados por objetivo específico

1.                       Computadores de Estação de Trabalho

2.                       Servidores de Rede

3.                       Organizadores Pessoais Digitais

 

Computadores de Estação de Trabalho – alguns microcomputadores são potentes computadores de estação de trabalho que suportam aplicações com demandas intensas de computação matemática e exibição gráfica tais como o desenho assistido por computador (CAD) na engenharia ou análise de investimentos no ramo de títulos.

 

Servidores de Rede – normalmente são microcomputadores mais potentes que coordenam telecomunicações e compartilhamento de recursos em pequenas redes locais (LANs) e sites de Internet e intranet.

 

Computadores de Rede

As redes de computadores (NCs) são uma nova categoria de microcomputador destinada basicamente ao uso com a Internet e intranets  por funcionários administrativos, funcionários operacionais e trabalhadores do conhecimento, com aplicações especializadas ou limitadas.

Entre os NCs e os PCs com todos seus componentes estão os PC com um mínimo de funcionalidades e componentes, conhecidos como NetPCs. Estes são projetados para a Internet e para um conjunto limitado de aplicações dentro de uma empresa. Exemplos: o Webpc da Dell, o Ipaq da Compaq, o e-PC da HP, e o eOne da eMachine. 

 

As redes de computadores são microcomputadores de custo baixo, lacrados e conectados em rede com pouca ou nenhuma capacidade de armazenamento em disco. Os usuários das redes de computadores dependem basicamente de servidores de Internet ou intranet para seu sistema operacional e navegador, software de aplicação com habilitação para Java e acesso e armazenamento de dados.

 

Terminais de Computador

Terminais de Computador estão passando por uma importante transformação para dispositivos de computador de rede. Por exemplo:

 

·        Terminais “burros” são dispositivos teclado/monitor de vídeo com capacidades limitadas de processamento, para terminais inteligentes, os quais são PCs de rede modificados, computadores de rede ou outros dispositivos de rede computadorizados. Terminais inteligentes podem realizar entrada de dados e algumas tarefas de processamento de informações de maneira independente.

 

·        Terminais de rede podem ser terminais Windows, que dependem de servidores de rede com software, poder de processamento e armazenamento para Windows, ou terminais de Internet, que dependem de servidores de websites de intranet ou de Internet para seus sistemas operacionais e software aplicativos.

 

·        Terminais de transação são uma variedade de terminais inteligentes. São utilizados em agências bancárias, fábricas, e outros locais de trabalho.  Exemplos: caixas automáticos, registradores de produção industrial, e terminais de ponto-de-venda de varejo.

 

Computadores de Médio Porte

Os computadores de médio porte são sistemas para múltiplos usuários que podem gerenciar redes de PCs e terminais. As características dos computadores médio porte incluem:

 

·       São computadores com objetivos gerais que são maiores e mais poderosos do que a maioria dos microcomputadores, no entanto, são menores e menos poderosos do que a maioria dos mainframes.

·         São mais baratos que os mainframes em termos de compra, operação e manutenção.

·         Tornaram-se populares como poderosos servidores de rede para ajudar a controlar grandes websites da Internet, extranets e intranets corporativas e redes cliente/servidor.

·         Comércio eletrônico e outros usos empresariais da Internet são aplicações comuns de servidores para clientes exigentes, como as aplicações integradas de fabricação, distribuição e finanças para as empresas. 

·       Funcionam como computadores de controle de processos industriais e unidades industriais e desempenham um papel principal na manufatura assistida por computador (CAM).

·       Assumem a forma de poderosas estações técnicas de trabalho para o desenho assistido por computador (CAD) e outras aplicações computacionais e de intensa utilização de gráficos.

 

Mainframes

Os mainframes são sistemas grandes, rápidos e potentes. As características incluem:

·       Podem processar centenas de milhões de instruções por segundo.

·       Possuem enormes capacidades de armazenamento primário. A capacidade de sua memória principal pode ir de centenas de megabytes a muitos gigabytes de armazenamento primário.

·        Foram drasticamente enxugados nos últimos anos, reduzindo suas necessidades de ar condicionado, consumo de energia elétrica e requisitos de espaço e, com isso, seus custos de aquisição e operação.

·        As vendas de mainframes têm crescido devido às reduções de custo e ao crescimento das aplicações como data mining e warehousing, suporte à decisão e comércio eletrônico.

 

Aplicações dos Mainframes

·       Gerenciar as necessidades de processamento de informações das principais empresas e agências governamentais com muitos funcionários e clientes.

·       Gerenciar problemas computacionais complexos e enormes.

·       Utilizados em organizações que processam grandes volumes de transações.

·       Gerenciar grandes volumes de cálculos complexos envolvidos em análises científicas ou de engenharia e simulações de projetos de desenho complexos.

 

O Conceito de Sistema de Computador

Um computador é um sistema, uma combinação de componentes inter-relacionados que desempenham as funções básicas do sistema, ou seja, entrada, processamento, saída, armazenamento e controle, fornecendo assim aos usuários finais uma poderosa ferramenta de processamento de informações. Compreender o computador como um sistema de computador é vital para o uso eficaz do gerenciamento de computadores.

 

 

2. Software

Este item apresenta uma visão geral dos principais tipos de software de que você depende quando trabalha com computadores e acessa redes de computadores. Ele discute suas características e propósitos e fornece exemplos de seus usos.

 

Tendências em Software

Este tem apresenta um panorama geral dos principais tipos e funções do software aplicativo e software de sistemas que estão à disposição dos usuários de computador. Os SI dependem de recursos de software para ajudar usuários finais a utilizar o hardware para transformar recursos de dados em uma diversidade de produtos de informação. O software é necessário para realizar as atividades de entrada, processamento, saída, armazenamento e controle de sistemas de informação.

 

  

O software é normalmente classificado em dois principais tipos:

 

Software Aplicativo – Programas que controlam o desempenho de um uso específico, ou aplicação, de computadores para atender as necessidades de processamento de informação dos usuários finais.

 

Software de Sistemas – Programas que gerenciam e oferecem suporte a recursos e operações de um sistema de computação à medida que ele executa várias tarefas de processamento de informação.

 

Encontramos as seguintes tendências principais em software:

 

Tendência rumo ao:

(1) uso de pacotes de software disponíveis adquiridos por usuários finais junto a fornecedores.

(2) uso de uma interface gráfica visual para programação orientada a  objetos, ou rumo a linguagens naturais não procedurais para programação, que se aproximam mais da conversação humana.

 

Razões para estas tendências são:

·        Desenvolvimento de pacotes de software relativamente baratos e fáceis de usar

·        Conjuntos de software para microcomputadores e destinados a múltiplas finalidades.

·        Pacotes de software são projetados com capacidades para rede e características de colaboração que otimizam sua praticidade para usuários finais e grupos de trabalho na Internet e intranets e extranets .

·        Criação de linguagens de quarta geração, não procedurais e fáceis de utilizar.

·        Avanços na tecnologia orientada a objetos, gráficos e inteligência artificial produzem linguagem natural e interfaces gráficas com o usuário.

 

Resultados destas tendências:

·       Tendências atuais estão convergindo para produzir uma quinta geração de pacotes de software poderosos para múltiplos objetivos, com ajuda especializada e possibilidade de uso em redes, dotados de linguagem natural e interfaces gráficas para apoiar a produtividade e a colaboração tanto entre usuários finais como entre profissionais de SI.

 

Software Aplicativo para Usuários Finais:

O software aplicativo consiste em uma série de programas que podem ser subdivididos em categorias de finalidades gerais e de aplicações específicas.

 

Programa de aplicação de aplicações específicas são chamados pacotes aplicativos porque controlam o processamento exigido para um uso específico, ou aplicação, para os usuários finais.

 

Exemplos incluem:

·                            Negócios – Contabilidade, Administração de Vendas,

                            Processamento de Transação, Comércio Eletrônico, etc.

·                            Ciência e Engenharia – pesquisa e desenvolvimento

·                            Educação – escolas, instituições de ensino

·                            Entretenimento - filmes em DVD e games.

·                            Aplicativos pessoais – administração financeira doméstica

 

Programas de aplicação de finalidades gerais são programas que executam trabalhos comuns de processamento de informações para usuários finais.

 

Exemplos incluem:

·                            Programas de processamento de textos

·                            Programas de planilhas

·                            Programas de gerenciamento de bancos de dados

·                            Programas gráficos

·                            Navegadores de rede

·                            Correio eletrônico

·                            Groupware

 

Conjuntos de Software

Os conjuntos de software formam uma combinação dos pacotes de produtividade mais amplamente utilizados que são reunidos. Eles incluem conjuntos como o Microsoft Office, Lotus SmartSuite, Corel WordPerfect Office e o StarOffice da Sun.

 

Vantagens dos conjuntos de software:

Estas ferramentas de software podem ser utilizadas para aumentar sua produtividade, colaborar com seus colegas e acessar à Internet, intranets e extranets.

·       Os conjuntos integram pacotes de software para navegação em rede, processamento de textos, planilhas eletrônicas, gráficos de apresentação, gerenciamento de banco de dados, gerenciamento de informações pessoais e outros.

·       Os conjuntos custam bem menos do que o custo total de comprar seus pacotes individuais separadamente.

·       Todos os programas utilizam uma interface gráfica com o usuário similar à dos demais, dando a estes a mesma aparência e sentido e tornando-os mais fáceis de aprender e utilizar.

·       Os conjuntos também compartilham ferramentas comuns, tais como verificadores ortográficos e ajuda para aumentar sua eficiência.

·       Os programas são projetados para trabalharem em conjunto de maneira uniforme, podendo um deles facilmente importar arquivo do outro ou transferir dados entre aplicações.

 

Desvantagens dos conjuntos de software:

·       Muitos dispositivos nunca são usados pela maioria dos usuários finais.

·       Ocupam considerável espaço em disco e podem exigir quantidades significativas de memória.

·       Podem comprometer a velocidade, poder e flexibilidade de algumas das funções para efetuar a integração.

 

Navegadores de Redes (Netscape Navigator / Microsoft Explorer)

O mais importante componente de software para muitos usuários de hoje é o navegador de rede. Um browser como o Netscape Navigator ou o Microsoft Explorer é a interface fundamental de software que você utiliza para apontar e clicar pelos recursos em hiperlink da Internet, bem como as intranets e extranets .

 

Os navegadores de rede são utilizados pelos usuários finais como a plataforma de software universal para:

·                            Iniciar buscas de informações

·                            Enviar e receber e-mail

·                            Executar transferências de arquivos de multimídia

·                            Participar de grupos de discussão

·                            Colaboração entre grupos de trabalho

·                            Utilizar muitas outras aplicações de Internet, intranet e extranet

·                            Assistir a um vídeo

·                            Fazer uma chamada telefônica

·                            Baixar um software

·                            Participar de uma videoconferência

 

 

Tecnologias de Software de Multimídia

Hipertexto e hipermídia são tecnologias de software para apresentações em multimídia. Por definição, hipertexto contém apenas texto e uma quantidade limitada de gráficos. Hipermídia são documentos eletrônicos que contêm múltiplas formas de mídias, incluindo texto, gráficos, vídeo etc. Termos e tópicos fundamentais em hipertexto ou documentos em hipermídia são indicados por links de software para que possam ser rapidamente procurados pelo leitor.

Hipertexto e hipermídia são desenvolvidos mediante o uso de linguagens de programação especializadas como a Java e a Hypertext Markup Language (HTML), que criam hiperlinks para outras partes do documento ou para outros documentos e arquivos de multimídia.

Exemplos: os Websites da Internet.

 

Groupware

Groupware é um software colaborativo que ajuda grupos de trabalho e equipes a trabalharem juntos na execução de tarefas de grupo. Groupware é uma categoria de software aplicativo para finalidades gerais que se encontra em crescimento rápido e combina uma diversidade de dispositivos e funções de software para facilitar a colaboração.

 

Produtos groupware suportam a colaboração por meio de:

·                            Correio eletrônico

·                            Grupos de discussão e bancos de dados

·                            Agendamento

·                            Gerenciamento de tarefas

·                            Conferências com dados, áudio e vídeo

·                            Internet e intranets e extranets empresariais para possibilitar a colaboração em uma escala global entre equipes virtuais localizadas em qualquer lugar do mundo.

·                            Participação da criação de páginas de rede

·                            Notícias e relatórios de andamento sobre projetos

·                            Trabalho em conjunto sobre documentos armazenados em servidores de rede.

 

Software de Sistemas

O software de sistemas consiste em programas que gerenciam e apóiam um sistema de computador e suas atividades de processamento de informações. Os programas de sistemas operacionais e de gerenciamento de redes, por exemplo, atuam como uma interface de software entre o hardware dos sistemas de computadores e os programas aplicativos dos usuários finais.

 

Duas categorias funcionais principais de software de sistema incluem:

 

Programas de Gerenciamento de Sistemas

 Programas que gerenciam recursos de hardware, software e dados do sistema de computador durante sua execução dos vários trabalhos de processamento de informações dos usuários. Eles incluem:

·       Sistemas Operacionais

·       Programas de Gerenciamento de Redes

·       Utilitários de Sistemas

 

Programas de Desenvolvimento de Sistemas:

Programas que ajudam os usuários a desenvolverem programas de sistemas de informações e preparam programas do usuário para processamento. Os principais programas de desenvolvimento incluem:

·       Editores de Linguagens de Programação

·       Ferramentas de Programação

·       Pacotes CASE (Engenharia de Software Assistida por Computador).

 

Sistemas Operacionais

O mais importante pacote de software de sistemas para qualquer computador é o seu sistema operacional. O sistema operacional é um sistema integrado de programas que:

·       Gerencia as operações da CPU

·       Controla os recursos e atividades de entrada/saída e armazenamento do sistema de computador

·       Fornece vários serviços de apoio à medida que o computador executa os programas de aplicação dos usuários.

 

Propósito primeiro do sistema operacional é:

·       Maximizar a produtividade de um sistema de computador operando-o da maneira mais eficiente.

·       Minimizar a quantidade de intervenção humana requerida durante o processamento.

·       Ajudar seus programas de aplicação a executarem operações comuns como entrada de dados, gravação e recuperação de arquivos e saída em impressora ou monitor.

 

Funções do Sistema Operacional:

Um sistema operacional desempenha cinco funções básicas na operação de um sistema de computador. Ele fornece:

·       Interface com o Usuário

·       Gerenciamento de Recursos

·       Gerenciamento de Tarefas

·       Gerenciamento de Arquivos

·       Utilitários e Serviços de Apoio

 

  

A Interface com o Usuário

A interface com o usuário é a parte do sistema operacional que permite que o usuário final se comunique com ele de forma a poder carregar programas, acessar arquivos e realizar outras tarefas. Três tipos principais de interfaces com o usuário são as:

·                            Movidas por Comando

·                            Movidas por Menu e

·                            Interfaces Gráficas com o Usuário

 

Uma interface gráfica com o usuário fácil de usar, utilizando ícones, barras, botões, caixas e outras imagens que se baseiam em dispositivos indicadores como o mouse eletrônico para fazer escolhas que ajudam você a conseguir que as coisas sejam feitas.

 

Gerenciamento de Recursos

Um sistema operacional utiliza uma série de programas de gerenciamento de recursos para gerenciar o hardware e os recursos de rede do sistema de computador, incluindo:

·                            sua CPU

·                            sua Memória

·                            seus Dispositivos de Armazenamento Secundário

·                            seus Processadores de Telecomunicações

·                            seus Periféricos de Entrada/Saída

 

Gerenciamento de Arquivos

Os programas de gerenciamento de arquivos de um sistema operacional:

·                            Controlam a criação, anulação e acesso de arquivos de dados e programas.

·                            Mantêm registros da localização física de arquivos em discos magnéticos e outros dispositivos de armazenamento secundário.

 

Gerenciamento de Tarefas

Os programas de gerenciamento de tarefas de um sistema operacional:

·       Controlam a realização das tarefas de computação dos usuários finais.

·       Alocam o tempo da CPU para tarefas e interrompem as tarefas que estão sendo executadas para substituir outras tarefas.

·       Podem envolver a capacidade para multitarefa, onde várias tarefas de computação podem ocorrer ao mesmo tempo. A multitarefa pode assumir a forma de multiprograma, onde a CPU pode processar as tarefas de diversos programas ao mesmo tempo, ou tempo compartilhado, onde as tarefas de computação de diversos usuários podem ser processadas ao mesmo tempo. Um único computador pode atuar como se fosse vários computadores ou máquinas virtuais, já que cada aplicativo está rodando de modo independente ao mesmo tempo.

 

Programas de Gerenciamento de Redes

(Exemplo: o Novell NetWare, o servidor Windows NT e o Windows 2000)

 

Os SI de hoje utilizam muito a Internet, intranets, extranets, redes locais e outras redes de telecomunicações para interconectar estações de trabalho de usuários finais, servidores de rede e outros sistemas de computadores. Isto requer uma diversidade de software de sistemas para gerenciamento de redes, incluindo:

·                            Sistemas Operacionais de Redes

·                            Monitores de Desempenho de Rede

·                            Monitores de Telecomunicações

 

Os programas de gerenciamento de redes desempenham funções como:

·                            Verificação automática de PCs e terminais de vídeo de clientes para atividade de entrada/saída

·                            Atribuição de prioridades para pedidos de comunicações de dados de clientes e terminais

·                            Detecção e correção de erros de transmissão e outros problemas de rede

·                            Alguns programas de gerenciamento de redes funcionam como middleware (personalização de software) para ajudar diversas redes a se comunicarem entre si

 

Outros Programas de Gerenciamento de Sistemas

Programas de suporte de sistemas são uma categoria de software que executa funções de apoio de rotina para os usuários finais de um sistema de computação. Exemplos são:

 

Programas de Utilitários      – Programas que desempenham diversas funções de administração doméstica e conversão de arquivos.  Exemplos:  O Norton Utilities

 

Monitores de Desempenho         – Programas que monitoram o desempenho e utilização de sistemas  de computador, ajudam a desenvolver uma programação das operações dos computadores que podem otimizar o desempenho do sistema de computador, e produzem dados detalhados que são utilizados para o planejamento e controle da capacidade do computador.

 

Monitores de Segurança – Programas que monitoram e controlam o uso de sistemas de computador e fornecem mensagens de alerta e gravam provas de uso não autorizado de recursos do computador.

 

Linguagens de Programação

 

As linguagens de programação são as linguagens nas quais os programas de computador são escritos. Uma linguagem de programação permite a um programador ou usuário final desenvolver os conjuntos de instruções que constituem o programa do computador. Muitas linguagens de programação têm sido desenvolvidas, cada uma com seu vocabulário, gramática e usos exclusivos:

·                            Linguagens de Alto Nível

·                            Linguagens de Quarta Geração

·                            Linguagens Baseadas em Objetos

 

Linguagens de Alto Nível

As linguagens de alto nível são a terceira geração de linguagens de programação. Elas incluem COBOL (programas de aplicação empresarial), BASIC (usuários finais de microcomputadores) e FORTRAN (aplicações científicas e de engenharia).

 

Linguagens de Quarta Geração

As linguagens de quarta geração incluem uma série de linguagens de programação que são menos procedurais e mais conversacionais do que as linguagens anteriores.

 

Linguagens Orientadas a Objetos

Linguagens de programação orientada a objetos (OOP) vinculam elementos de dados e procedimentos ou ações que serão executados sobre eles em conjunto nos objetos. Exemplos incluem: Visual Basic, Turbo C++, C++ e Java.

 

HTML e Java

HTML e Java são duas linguagens de programação relativamente novas que se tornaram ferramentas vitais para a montagem de páginas de multimídia para Internet, sites e aplicações baseados em rede.

 

Características da HTML (Hypertext Markup Language ou Linguagem de Marcação de Hipertexto) incluem:

·                            A HTML é uma linguagem de descrição de página que cria documentos em hipertexto ou hipermídia.

·                            A HTML insere códigos de controle em um documento em pontos que você pode especificar para criar links (hiperlinks) para outras partes do documento e para outros documentos em outros pontos da rede mundial de computadores.

·                            A HTML embute códigos de controle no texto ASCII de um documento designando títulos, cabeçalhos, gráficos e componentes de multimídia, além de hiperlinks no documento.

 

Características da Java incluem:

·                            A Java é aparentada às linguagens de programação C++ mas é muito mais simples e segura e independe da plataforma de computação.

·                            A Java é especificamente desenhada para aplicações em tempo real, interativas e baseadas em redes.

·                            As aplicações Java consistem em pequenos programas aplicativos chamados applets que podem ser executadas por qualquer computador ou sistema operacional em qualquer ponto de uma rede.

·                            Os applets podem residir em sites em um servidor de rede até que sejam necessitados por sistemas clientes e são fáceis de distribuir pela Internet ou intranets e extranets.

·                            A Java está se tornando a opção em linguagem de programação para muitas organizações que pretendem aproveitar o potencial de negócios da Internet, além do potencial de suas próprias intranets e extranets.

 

 

 

Referências Bibliográficas

 

LAUDON, K. C. Gerenciamento de Sistemas de Informação. Rio de Janeiro: LTC 2001.

 

O’BRIEN, J. A. Sistemas de Informação e as Decisões Gerenciais na Era da Internet. 2ª ed. São Paulo: Saraiva, 2004.

 

STAIR, Ralph M. Princípios de Sistemas de Informação: uma abordagem gerencial. 4ª ed. Rio de Janeiro: LTC, 2002.

 

 

TOPO